Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

Não crês que no fim Deus na sua grande misericórdia salvará todos?

Não, não creio de modo nenhum uma semelhante coisa porque é contrária ao ensinamento da Escritura a qual muito expõe e de várias maneiras diz que muitos seres humanos serão condenados.

Jesus por exemplo disse que “larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela” (Mat. 7:13); que quando Ele vier na sua glória com todos os anjos dirá aos que porá à sua esquerda: “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos! Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno…” (Mat. 25:41-46); e que quem não crer no Evangelho será condenado (cfr. Mar. 16:16), e que quem tiver praticado o mal naquele dia ressuscitará para a ressurreição do juízo (cfr. João 5:29).

Paulo diz que Deus dará “a indignação e a ira aos que são contenciosos, desobedientes à verdade e obedientes à iniquidade. Tribulação e angústia sobre toda a alma do homem que faz o mal; primeiramente do judeu e também do grego” (Rom. 2:8-9); que o fim dos inimigos da cruz é a perdição (cfr. Fil. 3:19); e que Deus “querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição” (Rom. 9:22).

Pedro diz que “os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios” (2 Ped. 3:7).

João diz que na visão na ilha de Patmos ouviu Aquele que estava assentado sobre o trono dizer as seguintes palavras: “Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Mas, quanto aos cobardes, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte” (Apoc. 21:7-8); e que no dia do juízo se alguém não for encontrado escrito no livro da vida será lançado no lago de fogo que é a segunda morte (cfr. Apoc. 20:15).

 

Giacinto Butindaro

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Read more:
Há muitos rebeldes que não querem ensinar as coisas que Paulo ensinava

O apóstolo Paulo, depois de ter dito que ele, antes de tudo, exorta que se façam súplicas, orações, intercessões e...

Confutação de algumas heresias da Igreja Católica Romana: sobre o pagamento dos tributos

A doutrina dos teólogos papistas As igrejas e os eclesiásticos, em virtude de um privilégio que têm por direito divino,...

Close