Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

Confutação de algumas heresias da Igreja Católica Romana: sobre a volta de Cristo

 

A doutrina dos teólogos papistas
 

Na volta de Cristo os crentes que estiverem vivos morrerão e ressurgirão juntamente com aqueles que já estavam mortos, e não começará nenhum reino milenário. No Novo Manual do Catequista lê-se:

‘Jesus Cristo voltará visivelmente sobre esta terra no fim do mundo para julgar os vivos e os mortos, ou seja todos os homens, bons e maus (…) Ensinando-nos que nosso Senhor Jesus Cristo virá para julgar todos, os vivos e os mortos, o Catecismo nos explica todavia que por mortos aqui entende os maus, e por vivos os bons’ (Giuseppe Perardi, op. cit., pag. 164). 

O que significa tudo isto? Que segundo a doutrina católica quando Cristo voltar, não começará o milénio durante o qual os santos reinarão com ele sobre a terra; e de facto eles rejeitam o milénio como período de mil anos durante o qual Cristo reinará sobre a terra com os seus santos.

Pasquale Lorenzin em Teologia dogmática, falando do milenarismo surgido nos primeiros tempos da Igreja, o chama heresia. (Vede a parte na tradição onde falo desta sua rejeição do milénio [aceite porém por diversos seus chamados pais]). Mas há uma outra coisa acerca da volta de Cristo que os Católicos rejeitam, a saber, o facto de na volta de Cristo os crentes que estiverem vivos sobre a terra não morrerão.

Eis como se exprime Pasquale Lorenzin no seu livro:

‘Todas as hipóteses acerca do tempo da vinda de Jesus são sem fundamento. Uma só coisa é certa: na vinda de Jesus não haverão homens vivos na terra (..) Não há dúvida portanto que todos os nascidos de Adão pagarão o tributo à morte, e das cinzas do homem desfeito, a omnipotência divina fará renascer a nova e gloriosa vida’ (Pasquale Lorenzin, Teologia Dogmatica, vol. II, pag. 789, 790).

Portanto na vinda de Cristo para os teólogos papistas todos os crentes morrerão fisicamente (faço presente que esta doutrina é a ‘sentença mais comum’, a seu tempo sustentada também por Tomás de Aquino).

E para sustentar isto eles se apoiam sobre Agostinho que disse:

 ‘Consideramos que também quantos o Senhor encontrar vivos naquele breve espaço de tempo sofrerão a morte e adquirirão a imortalidade..’ (Agostinho de Hipona, A cidade de Deus, Livro XX, cap. 20, 2).

 
Confutação

 
Quando Jesus voltar os santos que estiverem vivos não morrerão mas serão transformados, e começará sobre esta terra um reino milenário
 

Na carta de Paulo aos Tessalonicenses está escrito:

“Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor” (1 Tess. 4:15-17). 

E numa carta aos Coríntios se lê:

“Nem todos dormiremos mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta” (1 Cor. 15:52).

É claro portanto como a luz do sol que na vinda de Cristo os mortos em Cristo ressuscitarão, e os crentes que ficarem vivos até à sua vinda não verão a morte mas serão apenas transformados. Está decretado portanto que na vinda de Cristo haja uma parte da Igreja de Deus que não provará a morte física. A vinda de Cristo precederá e dará início ao milénio, isto é, a um reino milenário sobre a terra durante o qual Cristo e os seus reinarão

No livro do Apocalipse está escrito de facto:

“E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos” (Ap. 20:4-6).

Depois do milénio (durante o qual Satanás estará amarrado) Satanás será solto e enganará as nações que se reunirão contra o arraial dos santos e a cidade amada mas o fogo de Deus descerá do céu e as consumirá. Depois haverá a ressurreição dos ímpios que serão julgados segundo as suas obras (cfr. Ap. 20:7-15).

 

Giacinto Butindaro

 

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Read more:
A salvação do pecado

  Se obtém somente pela fé   A sagrada Escritura afirma que todos pecaram (cfr. Rom. 3:23), por isso todos...

O que significa que Jesus Cristo é a pedra angular?

Ora, tendo presente que a pedra angular é a pedra fundamental que forma o ângulo externo de um edifício, e...

Close