Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

A santificação: sobre o fumo

 

A Palavra de Deus, se bem que não diga explicitamente que fumar é pecado, todavia faz compreender que fumar é pecado. Examinemos o fumar a cigarrilha ou o cigarro; o que é? Alguma coisa de necessário, alguma coisa de salutar para o próprio corpo? Não, não é nem alguma coisa de necessário e nem tampouco alguma coisa de salutar para o próprio corpo.

Paulo diz:

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas são úteis [ ou convêm] ” (1 Cor. 6:12),

e o fumar está entre as coisas inúteis. Mas não só inúteis mas também nocivas; porque é sabido que fumar faz mal, e que todo o ano morrem muitas pessoas por causa de doenças provocadas pelo fumo.

Ora, dado que fumar faz mal ao corpo, isso significa que se um crente fuma danifica o templo de Deus e Paulo diz que

“se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo” (1 Cor. 3:17). 

Esta é a razão pela qual os que se convertem ao Senhor devem parar de fumar.

Alguns anos atrás um pastor de uma igreja evangélica numa entrevista sua a um jornal declarou que ‘um cigarro depois do café não lhe parecia pecado’. Infelizmente este homem foi enganado pela aparência ‘inócua’ deste pecado, por isso fala assim e ensina assim. Nós discordamos profundamente desta afirmação (infelizmente partilhada por muitos pastores evangélicos): fumar é um vício, ou dito em outros termos uma concupiscência mundana da qual o crente se deve abster para conservar o seu corpo em santidade e honra.

Alguns dizem: ‘O cigarro relaxa-me’; isso é falso porque o cigarro não pode transmitir tranquilidade àquele que o fuma; a paz e a tranquilidade a dá Deus sem o auxílio do cigarro. Se o cigarro relaxa então devemos dizer também que os calmantes acalmam quem não tem paz e que os soníferos fazem dormir quem não consegue dormir; enquanto é melhor dizer que eles atordoam quem faz uso deles e o intoxicam. Nós consideramos que como os crentes não têm necessidade de tomar calmantes e soníferos porque têm o Senhor que lhes dá a calma no meio das angústias e o sono quando têm que dormir, assim nenhum crente tem necessidade do cigarro para ‘relaxar’.

Em Isaías estão escritas as seguintes palavras apropriadas para aquele que embora tenha crido continua a fumar porque considera que fumar não é pecado: “Apascenta-se de cinza; o seu coração enganado o desviou, de maneira que já não pode livrar a sua alma, nem dizer: Porventura não há uma mentira na minha mão direita?” (Is. 44:20).

Saibam todos aqueles que ainda fumam que devem deixar logo de fumar; vós direis: ‘Como podemos fazer? Antes de tudo sabei que vós podeis fazê-lo em Cristo Jesus porque está escrito: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Fil. 4:13); depois vos digo para orar a Deus em nome de Cristo Jesus para que vos liberte deste vício e ele vos libertará de uma vez para sempre. Lutai contra o pecado, não o acaricieis.

 

G. Butindaro

 

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Read more:
Salvo da morte certa

Era a Vigília de Natal do ano 1875 e Ira Sankey estava viajando num bote a vapor no Rio Delaware...

Confutação de algumas heresias da Igreja Católica Romana: sobre o Monaquismo

A doutrina dos teólogos papistas É coisa boa e meritória isolar-se do mundo e dar-se à vida monástica. Por monaquismo...

Close