Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

Um Cristão deve abster-se de comer os alimentos impuros da lei?

Não, porque Cristo declarou puros todos os alimentos; isto ele o fez quando disse: “Assim também vós estais sem entender? Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar, porque não lhe entra no coração, mas no ventre, e é lançado fora?” (Mar. 7:18-19). O apóstolo Paulo, Hebreu segundo a carne, ou como ele disse ‘Hebreu de Hebreus’, confirmou as palavras de Cristo dizendo que: “Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda” (Rom. 14:14).

Se pois alguém vem a vós e vos ordena para vos absterdes de comer os alimentos impuros da lei ele procura reconduzir-vos para debaixo da lei, estai atentos para não cairdes vítimas das suas palavras persuasivas. Admoestai-o para que caia em si mesmo e reconheça a verdade. A ordem para não comer certos alimentos é uma doutrina de demónios (cfr. 1 Tim. 4:1-5) que nestes últimos dias muitos aceitaram.

Se, pelo contrário, encontrais um irmão que é da opinião que um certo alimento é impuro e se abstém dele sem de modo nenhum vos impor a sua opinião então o comportamento a ter é diferente, no sentido que importa recebê-lo, suportar a sua fraqueza procurando não contristá-lo de nenhuma maneira por esta sua opinião, nem com palavras e nem com obras. O apóstolo Paulo disse de facto: “Ora, quanto ao que está enfermo na fé, recebei-o, não em contendas sobre dúvidas . Porque um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come legumes. O que come não despreze o que não come; e o que não come, não julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu. Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar. …… Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão. Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda. Mas, se por causa da comida se contrista teu irmão, já não andas conforme o amor. Não destruas por causa da tua comida aquele por quem Cristo morreu. Não seja, pois, blasfemado o vosso bem; porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo. Porque quem nisto serve a Cristo agradável é a Deus e aceito aos homens. Sigamos, pois, as coisas que servem para a paz e para a edificação de uns para com os outros. Não destruas por causa da comida a obra de Deus. É verdade que tudo é limpo, mas mal vai para o homem que come com escândalo. Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça. Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova” (Rom. 14:1-4,13-22).

 

Fonte

 

 

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Read more:
peao
‘Unção’ do peão

Nesta igreja vocês p...

novo-nascimento.11
O Novo Nascimento

O motivo porque é ne...

Close