Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

O Espírito Santo

Ao falar de Jesus Cristo referimo-nos ao Espírito Santo, de facto dissemos que Jesus foi gerado pelo Espírito Santo e que na idade de cerca de trinta anos foi ungido com o Espírito Santo. Mas o que é o Espírito Santo? Ele é uma pessoa divina que juntamente ao Pai e ao Filho faz parte da Divindade, e portanto Ele é Deus. Ora, com as Escrituras explicaremos isto mesmo, isto é, que o Espírito Santo é uma pessoa e que é Deus.

 

A sua personalidade

 

O Espírito Santo é uma pessoa de facto fala conforme está escrito: “Portanto, como diz o Espírito Santo, se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações..” (Heb. 3:7-8); “E disse o Espírito a Filipe: Chega-te, e ajunta-te a esse carro” (Actos 8:29); “E, pensando Pedro naquela visão, disse-lhe o Espírito: Eis que três varões te buscam. Levanta-te pois, desce, e vai com eles, não duvidando; porque eu os enviei” (Actos 10:19-20); “E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado” (Actos 13:2); “Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há-de vir ” (João 16:13); “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé” (1 Tim. 4:1).

O Espírito Santo revela conforme está escrito em Lucas: “E fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor” (Lucas 2:26).

O Espírito ouve porque Jesus disse dele: “Dirá tudo o que tiver ouvido” (João 16:13).

O Espírito vê, de facto os sete olhos que tinha o Cordeiro que viu João são os sete Espíritos de Deus, ou como disse o profeta Zacarias “os sete olhos do Senhor” (Zac. 4:10).

O Espírito ora conforme está escrito: “O mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis… é ele que segundo Deus intercede pelos santos” (Rom. 8:26-27).

O Espírito Santo faz nascer de novo conforme o que está escrito: “…aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus… o que é nascido do Espírito é espírito” (João 3:5,6).

O Espírito Santo constitui os anciãos na igreja como disse Paulo aos anciãos de Éfeso: “Olhai pois por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue” (Actos 20:28).

O Espírito Santo pode proibir de fazer alguma coisa, como fez com os apóstolos, conforme está escrito: “E, passando pela Frígia e pela província da Galácia, foram impedidos (ou proibidos) pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia” (Actos 16:6) (Quereria que notasseis que o verbo proibir é mencionado também nestas Escrituras que se referem à pessoa de Jesus: “Então mandou (ou proíbiu) aos seus discípulos que a ninguém dissessem que ele era o Cristo ” [Mat 16:20], e: “E ordenou-lhes que a ninguém o dissessem; mas, quanto mais lho proibia, tanto mais o divulgavam…” [Mar. 7:36]).

O Espírito Santo pode não permitir certas coisas conforme está escrito: “E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir a Bitínia, mas o Espírito não lho permitiu ” (Actos 16:7) (também neste caso quereria que notasseis que nestas outras Escrituras o não permitir uma coisa se refere à pessoa de Jesus: “E, entrando ele no barco, rogava-lhe o que fora endemoninhado que o deixasse estar com ele. Jesus , porém, não lho permitiu…” [Mar. 5:18-19]; “Não os deixava falar, pois sabiam que ele era o Cristo ” [Lucas 4:41]).

O Espírito pode ser entristecido de facto está escrito: “E não entristeçais o Espirito Santo de Deus..” (Ef. 4:30); “Mas eles foram rebeldes, e contristaram o seu Espírito Santo” (Is. 63:10).

O Espírito pode ser resistido de facto Estevão disse diante do Sinedrio: “Vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como os vossos pais ” (Actos 7:51).

O Espírito pode ser tentado de facto Pedro disse a Safira: “Porque é que entre vós vos concertastes para tentar o Espírito do Senhor?” (Actos 5:9).

Ao Espírito pode-se mentir de facto Pedro disse a Ananias: “Ananias, porque encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade?” (Actos 5:3).

Do Espírito se pode falar contra conforme está escrito: “Mas , se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro” (Mat. 12:32).

O Espírito ensina conforme está escrito: “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas…” (João 14:26), e ainda: “Quando vos conduzirem às sinagogas, aos magistrados e potestades, não estejais solícitos de como ou do que haveis de responder, nem do que haveis de dizer. Porque na mesma hora vos ensinará o Espírito Santo o que vos convenha falar ” (Lucas 12:11-12); e ainda: “E deste o teu bom Espírito, para os ensinar…” (Neem. 9:20); e também: “Fala-mos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina…” (1 Cor. 2:13).

O Espírito investiga de facto está escrito: “O Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus” (1 Cor. 2:10).

O Espírito recorda as palavras do Senhor conforme está escrito: “E vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito” (João 14:26).

O Espírito tem uma intenção conforme está escrito: “Aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito..” (Rom. 8:27).

 

A sua divindade

 

Agora, colocaremos em confronto passagens da Escritura que se referem ao Espírito Santo de Deus com outras que se referem a Deus a fim de demonstrar que o Espírito Santo é Deus.

 

Ÿ O escritor aos Hebreus diz: “..Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?” (Heb. 9:14), e Moisés afirma de Deus: “De eternidade a eternidade, tu és Deus” (Sal. 90:2). O Espírito é portanto eterno como o é Deus.

Ÿ David disse a Deus: “Para onde me irei do teu Espírito?” (Sal. 139:7), enquanto Deus disse a Jeremias: “Esconder-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? diz o Senhor” (Jer. 23:24). O Espírito é então omnipresente como o é Deus.

Ÿ Paulo diz que “o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus” (1 Cor. 2:10), enquanto Ana disse de Deus: “O Senhor é o Deus da sabedoria” (1 Sam. 2:3). O Espírito é portanto omnisciente como o é Deus.

Ÿ Eliú disse: “O Espírito de Deus me fez” (Jó 33:4), enquanto David disse a Deus: “Pois tu formaste os meus rins; entreteceste-me no ventre de minha mãe” (Sal. 139:13). O Espírito portanto cria como faz Deus.

Ÿ Jesus disse: “…aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus… o que é nascido do Espírito é espírito” (João 3:5,6), enquanto João diz que os que crêem no nome do Filho de Deus “são nascidos de Deus” (João 1:13). O Espírito faz então nascer de novo como faz Deus.

Ÿ Pedro, primeiro disse a Ananias: “Ananias, porque encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade?” (Actos 5:3), e depois lhe disse: “Não mentiste aos homens, mas a Deus” (Actos 5:4). Mentir ao Espírito Santo portanto equivale a mentir a Deus.

Ÿ No livro dos Actos dos apóstolos está escrito que Paulo disse aos Judeus que recusaram crer no Evangelho: “Bem falou o Espírito Santo a nossos pais pelo profeta Isaías, dizendo: Vai a este povo, e diz: De ouvido ouvireis, e de maneira nenhuma entendereis; e, vendo vereis, e de maneira nenhuma percebereis” (Actos 28:25-26), enquanto no livro do profeta Isaías estas palavras são atribuidas ao Senhor dos Exércitos que Isaías viu em visão conforme está escrito: “No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono… Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui envia-me a mim. Então disse ele: Vai, e diz a este povo: Ouvis, de facto, e não entendeis e vedes em verdade, mas não percebeis!…” (Is. 6:1,8-9). Portanto o Espírito Santo enviou Isaías a pregar como fez também o Senhor dos Exércitos.

Ÿ No livro dos Actos dos apóstolos depois que o Espírito Santo falou em Antioquia dizendo: “Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado” (Actos 13:2), está escrito que eles “enviados pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre” (Actos 13:4). Jesus disse: “A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros. Rogai pois ao Senhor da seara que mande ceifeiros para a sua seara” (Mat. 9:37-38), fazendo claramente perceber que é Deus que manda os seus operários para a sua seara; portanto o Espírito Santo é Deus porque mandou Paulo e Barnabé para a seara do Senhor.

Ÿ Jesus chamou o Espírito Santo “o Consolador” (João 15:26) portanto Ele consola aqueles que estão abatidos. Paulo aos Coríntios diz: “Mas Deus, que consola os abatidos, nos consolou com a vinda de Tito..” (2 Cor. 7:6), e também: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; que nos consola em toda a nossa tribulação” (2 Cor. 1:3-4). Portanto o Espírito Santo consola como faz Deus.

Ÿ Em Isaías está escrito que os Israelitas no deserto “contristaram o seu Espírito Santo” (Is. 63:10), enquanto nos salmos está escrito: “Quantas vezes o provocaram no deserto, e o entristeceram na solidão!” (Sal. 78:40). Os Israelitas portanto, entristecendo o Espírito Santo, entristeceram Deus.

Ÿ Paulo disse aos Coríntios “não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós..?” (1 Cor. 6:19) e também: “Não sabeis vós que sois templo de Deus..?” (1 Cor. 3:16). O Espírito Santo portanto habita no crente juntamente com Deus.

Ÿ Jesus disse: “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas…” (João 14:26), mas disse também: “Serão todos ensinados por Deus” (João 6:45), e David diz que Deus “aos mansos ensinará o seu caminho” (Sal. 25:9). O Espírito Santo portanto ensina como faz Deus.

Ÿ Jesus disse do Espírito: “Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, ele vos guiará em toda a verdade” (João 16:13); e David nos Salmos diz a Deus: “Guia-me na tua verdade” (Sal. 25:5). Portanto se o Espírito da verdade guia na verdade como faz Deus isso significa que Ele é Deus.

 

Como pudestes por vós mesmos ver as Escrituras afirmam que o Espírito Santo é eterno, omnipotente, omnipresente e omnisciente como Deus (e portanto não pode não ser Deus), e muitas das coisas que faz Deus as faz Ele igualmente.

 

Fonte

 

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Read more:
Funkeiro se converte e lança novo hit “Passinho do Abençoado”

Convertido desde meados de 2011, o funkeiro Tonzão já se batizou e tem servido a Deus na Assembleia de Deus...

Confutação de algumas heresias da Igreja Católica Romana: o culto a Maria

A igreja católica romana, como bem sabeis, tributa um culto a Maria, a mãe de Jesus. A Maria são dirigidas...

Close