Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

Mas na Bíblia encontrei contradições; como pode isto?

Não, na Bíblia não há contradições. Há APARENTES CONTRADIÇÕES que parecem precisamente contradições por causa do nosso limitado conhecimento. Nunca devemos esquecer-nos de facto que “em parte conhecemos” (1 Cor. 13:9), pelo que há coisas escritas na Bíblia que nos podem parecer em contradição entre si. Estou plenamente persuadido que naquele dia, quando o conhecimento desaparecer (cfr. 1 Cor. 13:8), perceberemos plenamente por que certas expressões e certos relatos presentes na Bíblia nos pareciam em contradição entre si.

Tu então me dirás: ‘Mas por que é que Deus quis que na Escritura houvessem estas aparentes contradições?’ Escuta, também eu muitas vezes me perguntei por que é que Deus quis que certas coisas fossem escritas de maneira a parecerem contraditórias, e todas as vezes cheguei à mesma conclusão, a saber, que isso Deus quis fazê-lo para pôr à prova os crentes para ver se diante de tais APARENTES CONTRADIÇÕES começam a pôr em dúvida ou em discussão a inspiração da Escritura. Prova que devo dizer certos crentes não superaram porque começaram a dizer que a Bíblia é um livro que tem erros! Pelo que me respeita devo confessar que depois que me converti e comecei a investigar as Escrituras, ao achar-me diante de certas passagens em contradição entre elas fui tentado a dizer que na Bíblia haviam alguns erros humanos, mas considerando de perto as coisas à luz de toda a Escritura cheguei à conclusão que a Escritura precisamente porque é Palavra de Deus não podia ter nenhum erro e que portanto aqueles que pareciam erros eram ERROS APARENTES.

 

Mas estou também persuadido que Deus quis inserir estas aparentes contradições na sua Palavra para fazer tropeçar os incrédulos. Quero fazer a tal propósito dois exemplos.

 

O primeiro é este. A respeito do Messias no livro do profeta Isaías está escrito: “Então brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará. E repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o espírito de sabedoria e de inteligência, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do Senhor. E deleitar-se-á no temor do Senhor; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos; mas julgará com justiça os pobres, e repreenderá com eqüidade os mansos da terra; e ferirá a terra com a vara de sua boca, e com o sopro dos seus lábios matará o ímpio. A justiça será o cinto dos seus lombos, e a verdade o cinto dos seus rins. E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará; e o bezerro, e o filho de leão e a nédia ovelha viverão juntos; e um menino pequeno os guiará. A vaca e a ursa pastarão juntas, e os seus filhos juntos se deitarão; e o leão comerá palha como o boi. A criança de peito brincará sobre a toca da áspide, e o já desmamado meterá a sua mão na cova do basilisco. Não se fará mal nem dano algum em todo o monte da minha santidade; porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar” (Is. 11:1-9). Como se pode ver nestas palavras do profeta na vinda do Messias haveria uma radical transformação na natureza, os pobres receberiam justiça, o ímpio seria por ele morto, e a terra se encheria do conhecimento de Deus. Segundo porém outras palavras do mesmo profeta o Messias na sua vinda padeceria a morte pelos ímpios (cfr. cap. 53). Esta é uma aparente contradição EM QUE TROPEÇAM OS HEBREUS, com efeito, eles dizem que Jesus não pode ser o Messias precisamente porque na sua vinda não aconteceram aquelas coisas escritas pelo profeta Isaías no capítulo 11. Para nós agora a coisa é clara, nesses versículos do capítulo 11 supracitados, na segunda parte, se faz referência ao que acontecerá na volta do Messias. Para eles porém a coisa não é de modo nenhum clara. Não é que por isto os Hebreus ortodoxos neguem a inspiração do profeta Isaías, mas certamente tropeçam nas suas palavras.

O segundo exemplo é este. Na lei está escrito: “Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor” (Deut. 6:4), e nos profetas: “Eu sou o Senhor, e não há outro; fora de mim não há Deus!… ” (Is. 45:5). Nos escritos do Novo Testamento porém de várias maneiras está dito que Jesus Cristo, o Filho de Deus, é Deus; uma destas passagens é esta: “Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse eu sou” (João 8:58), e uma outra é a seguinte: “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus” (João 1:1-2). Não está pois em contradição a Escritura? Não, não o está – mesmo se parece o contrário – porque quando a Escritura fala da unicidade de Deus fala de uma unicidade compósita, pelo que a Escritura não exclui a divindade de Cristo, como nem a do Espírito Santo. Os Hebreus desobedientes porém tropeçam nesta aparente contradição pelo que recusam da maneira mais categórica reconhecer a divindade de Jesus Cristo. E juntamente com os Hebreus há muitos outros indivíduos incrédulos que tropeçam precisamente nesta aparente contradição Bíblica; entre estes por exemplo estão as Testemunhas de Jeová que à diferença dos Hebreus porém reconhecem a inspiração dos Escritos do Novo Testamento. Como bem sabemos porém as Testemunhas de Jeová, ou melhor, uma sua específica Comissão, manipularam muitas passagens do Novo Testamento que testificam a divindade de Cristo.

Considerando pois estes exemplos citados, nós devemos estar atentos para não tropeçar em certas APARENTES CONTRADIÇÕES presentes tanto no Antigo Testamento como no Novo Testamento (às quais não conseguimos ainda dar uma explicação).

Deus nunca se contradisse e não pode contradizer-se – portanto a sua Palavra não pode ter contradições – porque Ele não pode mentir e não é de língua dobre. Seja Ele reconhecido veraz, mas todo o homem mentiroso (cfr. Rom. 3:4). Amen.

 

Fonte

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Read more:
bibbia_microfono
Confutação do arrebatamento secreto [ áudio ]

Esta è uma confutaçã...

perguntas_frequentes
Mas o que significa que os mortos dormem?

Antes de tudo dizemo...

Close