Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

Jesus tinha o cabelo comprido?

Não, Jesus não tinha o cabelo comprido, ou seja, não tinha uma longa cabeleira sobre a cabeça. Como poderia Jesus ter o cabelo como uma mulher quando o apóstolo Paulo diz: “Não vos ensina a mesma natureza que é desonra para o homem ter cabelo crescido?” (1 Cor. 11:14)?

O erro que fazem aqueles que pensam que Jesus tinha o cabelo comprido é o de crer que Jesus Cristo era um Nazireu (um Hebreu que tinha feito o voto de nazireado), o qual segundo a lei não devia fazer passar navalha sobre a sua cabeça por todo o tempo do seu nazireado conforme está escrito: “Por todos os dias do seu voto de nazireado, navalha não passará sobre a sua cabeça; até que se cumpram os dias pelos quais ele se tenha separado para o Senhor, será santo; deixará crescer as guedelhas do cabelo da sua cabeça” (Num. 6:5). Mas Jesus não podia ser um Nazireu porque o Nazireu segundo a lei não podia beber nenhuma bebida feita com uva conforme está dito: “Quando alguém, seja homem, seja mulher, fizer voto especial de nazireu, a fim de se separar para o Senhor, abster-se-á de vinho e de bebida forte; não beberá, vinagre de vinho, nem vinagre de bebida forte, nem bebida alguma feita de uvas, nem comerá uvas frescas nem secas. Por todos os dias do seu nazireado não comerá de coisa alguma que se faz da uva, desde os caroços até as cascas” (Num. 6:2-4), e Jesus bebeu vinagre conforme está escrito: “Depois, sabendo Jesus que já todas as coisas estavam consumadas, para que a Escritura se cumprisse, disse: Tenho sede. Estava pois ali um vaso cheio de vinagre. E encheram de vinagre uma esponja, e, pondo-a num hissope, lha chegaram à boca. E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito” (João 19:28-30).

O Nazireu depois não podia tocar nenhum morto conforme está escrito: “Por todos os dias da sua separação para o Senhor, não se aproximará de cadáver algum. Não se contaminará nem por seu pai, nem por sua mãe, nem por seu irmão, nem por sua irmã, quando estes morrerem; porquanto o nazireado do seu Deus está sobre a sua cabeça” (Num. 6:6-7), e Jesus tocou o corpo de um morto, mais precisamente o da filha de Jairo que já estava morta quando ele chegou a casa de Jairo, de facto ele a tomou pela mão (cfr. Lucas 8:54).

Quando pois a Escritura chama Jesus Nazareno, não se deve entender que ele era um Nazireu, mas simplesmente um habitante de Nazaré onde ele foi criado. Mateus faz perceber bem isto quando diz: “Ouvindo [José], porém, que Arquelau reinava na Judéia em lugar de seu pai Herodes, temeu ir para lá; mas avisado em sonho por divina revelação, retirou-se para as regiões da Galiléia, e foi habitar numa cidade chamada Nazaré; para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas: Ele será chamado Nazareno” (Mat. 2:22-23).

 

Fonte

 

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Read more:
piazza_san_pietro1
Confutação de algumas heresias da Igreja Católica Romana: sobre o furto

A doutrina dos teólo...

perguntas_frequentes
Ouvi falar de livros apócrifos (presentes nas Bíblias católicas); de que se trata?

São livros que a Igr...

Close