Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

Falar em línguas – um sinal para os não crentes [testemunho]

pentecost

‘A senhora Duncan nos escreveu ainda: ‘Muitas vezes as línguas foram compreendidas por missionários e linguistas que ouviram os que estão cheios de Espírito falar em Grego, em Hebraico, em Alemão, em Italiano, em Francês, em Indiano, em Chinês, e em outras línguas. Um episódio muito convincente aconteceu no nosso meio num Domingo à noite. Depois que os hinos de abertura terminaram, John Follette, então um dos estudantes na nossa escola Bíblica, se levantou e com grande sentimento começou a falar na nova língua. Depois irrompeu num cântico extático e depois tudo foi silêncio. No fim do serviço uma senhora e um senhor, que eram estrangeiros, vieram ter connosco e perguntaram: ‘Quem é aquele jovem Hebreu que falou e cantou?’ Eles ficaram surpresos quando souberam que ele não era um Hebreu mas apenas um jovem Americano. O cavalheiro disse-nos depois que ele tinha vivido em Paris e compreendia diversas línguas e disse que o jovem tinha cantado e falado em perfeito Hebraico, reproduzindo [rendering] um Salmo que ele tinha ouvido na sinagoga de Paris. Ele disse que a reprodução era impossível para um Americano, a entoação e a variedade da expressão era única e não podia ser reproduzida por um estrangeiro a não ser desta maneira sobrenatural’.

Facto ocorrido nos Estados Unidos

Extraído de: Stanley H. Frodsham, With Signs Following: The Story of the Pentecostal Revival in the Twentieth Century [Com os sinais que acompanham: a história do Avivamento Pentecostal no século vinte], Springfield, Missouri, 1946, pag. 4

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Read more:
O batismo com o Espírito Santo

A promessa do Espírito feita pelo Pai e confirmada pelo Filho   Jesus Cristo depois de ser ressuscitado dos mortos...

Pastorado feminino na denominação “Igreja Betesda”

Como vocês podem ver na imagem acima (tomada na pagina 'pastores' do  site da "Igreja Betesda")  o pastorado feminino è...

Close