Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

A santificação: sobre o homicídio

Santificação

Está escrito na lei:

“Não matarás” (Ex. 20:13),

pelo que nós não devemos tirar a vida ao nosso próximo. Não façamos como Caim que era do maligno – diz João – e matou seu irmão, por que causa o matou? “Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas” (1 João 3:12). Debaixo da graça porém comete homicídio também quem odeia o seu irmão, diz de facto João:

“Qualquer que odeia a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele” (1 João 3:15).

E isto porque a lei de Cristo é mais severa do que a de Moisés: Jesus disse de facto aos seus discípulos: “Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; mas qualquer que matar será réu de juízo. Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno” (Mat. 5:21-22). Estando assim as coisas irmãos, cuidemos de nós mesmos para que não entre em nós ódio para com um irmão ou também para com uma pessoa do mundo. Amemo-nos uns aos outros de coração, intensamente, porque o amor cobre multidão de pecados (cfr. 1 Ped. 4:8). Se um irmão peca contra nós repreendamo-lo (com amor), com a esperança que se arrependa, mas não o odiemos. Como diz bem a lei: “Não odiarás a teu irmão no teu coração; não deixarás de repreender o teu próximo, e por causa dele não sofrerás pecado” (Lev. 19:17). Se antes quem nos fez uma maldade é um pecador suportemo-lo com paciência, continuando a amá-lo porque está escrito para amar os nossos inimigos e para fazer o bem aos que nos odeiam (cfr. Lucas 6:27).

Entre as dozes tribos da dispersão às quais escreveu Tiago haviam crentes que matavam e Tiago os chamou pecadores e os exortou a limpar as suas mãos e a se humilharem diante de Deus (cfr. Tiago 4:2,8-10). Pedro nos exorta para que nenhum de nós padeça como homicida (cfr. 1 Ped. 4:15).

Irmãos, o caminho do homicida conduz à cova, de facto está escrito: “O homem carregado do sangue de qualquer pessoa fugirá até à cova; ninguém o detenha” (Prov. 28:17). Deus abomina as “mãos que derramam sangue inocente” (Prov. 6:17) e em muitos casos faz matar quem mata conforme está escrito: “Quem derramar o sangue do homem, pelo homem o seu sangue será derramado; porque Deus fez o homem conforme a sua imagem” (Gen. 9:6). O cumprimento destas palavras está debaixo dos olhos de todos: nos ambientes malévolos quem mata por sua vez vem a ser morto. “Como tu fizeste, assim se fará contigo” (Obadias 15), continua a dizer Deus aos ímpios. Aqueles pois que matam se expõem à morte e de facto a sabedoria exorta-nos a não dar ouvidos aos pecadores quando eles nos digam ‘Vem conosco embosquemo-nos para matar…’ diz-nos: “…não te ponhas a caminho com eles; desvia o teu pé das suas veredas; porque os seus pés correm para o mal, e se apressam a derramar sangue…estes armam ciladas contra o seu próprio sangue; e espreitam suas próprias vidas” (Prov. 1:15-16,18).

Os homicidas não herdarão o reino de Deus, com efeito serão lançados no lago ardente de fogo e enxofre (cfr. Ap. 21:8).

Fonte

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Read more:
3
O que tens que fazer para obter a vida eterna

Ó Católicos romanos,...

piso-mac3a7om
Aline Barros, satanismo, os illuminati e a maçonaria

Neste video vocês po...

Close