Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

A santificação: sobre o comer sangue e coisas sufocadas

Santificação

 

Apesar de Jesus ter dito que “tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar, porque não entra no seu coração, mas no ventre, e é lançado fora” (Mar. 7:18-19), declarando desta maneira puros todos os alimentos, há coisas que nós crentes não devemos comer. 

Com base na decisão tomada pelos apóstolos e pelos anciãos em Jerusalém quando se reuniram para discutir se se devia mandar aos Gentios que se circuncidassem e observassem a lei de Moisés, as coisas que nós não devemos comer são as coisas contaminadas nos sacrifícios aos ídolos (de que já falámos), o sangue (pelo que nada feito com sangue como por exemplo morcela) e as coisas sufocadas (as carnes dos animais mortos por sufocamento)

Encontramos de facto escrito nos Actos:

“Por isso julgo [é Tiago que fala] que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a Deus. Mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, da fornicação, do que é sufocado e do sangue. Porque Moisés, desde os tempos antigos, tem em cada cidade quem o pregue, e cada sábado é lido nas sinagogas. Então pareceu bem aos apóstolos e aos anciãos, com toda a igreja, eleger homens dentre eles e enviá-los com Paulo e Barnabé a Antioquia, a saber: Judas, chamado Barsabás, e Silas, homens distintos entre os irmãos. E por intermédio deles escreveram o seguinte: Os apóstolos, e os anciãos e os irmãos, aos irmãos dentre os gentios que estão em Antioquia, e Síria e Cilícia, saúde. Porquanto ouvimos que alguns que saíram dentre nós vos perturbaram com palavras, e transtornaram as vossas almas, dizendo que deveis circuncidar-vos e guardar a lei, não lhes tendo nós dado mandamento, pareceu-nos bem, reunidos concordemente, eleger alguns homens e enviá-los com os nossos amados Barnabé e Paulo, homens que já expuseram as suas vidas pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Enviamos, portanto, Judas e Silas, os quais por palavra vos anunciarão também as mesmas coisas. Na verdade pareceu bem ao Espírito Santo e a nós, não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias: Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação, das quais coisas bem fazeis se vos guardardes. Bem vos vá” (Actos 15:19-29).

Por isso irmãos, qualquer ensinamento que de uma maneira ou de outra anula a proibição de comer estas coisas deve ser categoricamente rejeitado. Ninguém vos engane dilectos.
 

Fonte: http://portoghese.lanuovavia.org/

 

 

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Read more:
albero-di-natale-con-regali
Confutação de algumas heresias da Igreja Católica Romana: o natal

A doutrina dos teólo...

teologia-da-prosperidade
A ‘unção da vassoura’

O ‘pastor’ Jerônimo ...

Close