Pages Menu
Facebook
Categories Menu

Posted | 0 comments

A santificação: sobre a fornicação

Santificação

“Fugi da fornicação. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o fornicador peca contra o seu próprio corpo…. Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da fornicação” (1 Cor. 6:18; 1 Tess. 4:3), diz a Escritura. Em Jerusalém, uma das coisas que o Espírito Santo impôs aos Gentios para que se abstivessem foi a fornicação (cfr. Actos 15:20).

A fornicação é a relação carnal ilícita entre um homem e uma mulher não casados; portanto é fornicação também a relação carnal entre dois namorados que ainda não se casaram. É fornicação porque Deus legitimou só a relação carnal de um homem com a sua própria mulher conforme está escrito: “Deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne” (Gen. 2:24; 1 Cor. 6:16). Notai que Deus disse: “Unir-se-á à sua mulher” e não: ‘Unir-se-á à sua namorada’, para compreender como Deus estabeleceu que o homem deve ter a relação carnal só com aquela que é sua mulher e com nenhuma outra fora dela. Mas o mundo, que perverteu os caminhos rectos do Senhor, não pensa assim, de facto hoje a relação carnal entre namorados é encorajada e embandeirada como se fosse algo de justo a que eles têm direito e como se nela não houvesse nada de mal. Aqueles que se levantam contra ela são etiquetados como ‘pessoas cheias de tabus’ que recusam adequar-se aos tempos. Pois bem, nós nos recusamos a nos conformar ao curso deste presente século mau; nós nos recusamos a chamar bem ao mal. É uma loucura chamar bem ao que o Criador disse ser um mal para o homem e a mulher; Deus que formou o corpo humano e que pôs nele o fôlego de vida sabe perfeitamente o que faz bem ao homem e o que lhe faz mal. A relação carnal entre o homem e a mulher enquanto eles são namorados faz nascer sentimentos de culpa precisamente porque é pecado (isto pelo contrário não acontece naqueles que são casados); por isso nós crentes recusamos dar ouvidos àqueles que fazem passar a fornicação por algo de lícito ou salutar e benéfico, porque eles mentem e se gloriam contra a verdade, estando cheios de contenda. Deus não pode mentir, e se disse através de Paulo: “Fugi da fornicação”, é porque Ele sabe quais são as funestas consequências da fornicação, e porque quer nos livrar de ais e dores de todo o tipo. Por vezes os jovens crentes são tentados a pensar que Deus não quer o seu bem proibindo-os de ter a relação carnal com a sua namorada antes do matrimónio; mas isso é falso; é uma mentira gerada pelo diabo. Não pode ser verdade porque Deus é amor, Deus é bom, Deus é justo. Alguns esquecem voluntariamente que foi Deus que fez a mulher para o homem; e que ele sabe perfeitamente quando uma coisa faz bem e quando pelo contrário faz mal. Jovens, dai ouvidos à Palavra de Deus e bem vos irá!
Mas a fornicação é também a relação carnal entre um homem e uma meretriz; também esta é uma ilícita relação que deve ser evitada. Paulo de facto diz aos Coríntios: “Mas o corpo não é para a fornicação, senão para o Senhor, e o Senhor para o corpo… Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo, e fá-los-ei membros de uma meretriz? Não, por certo. Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz, faz-se um corpo com ela? Porque, Deus disse, os dois serão uma só carne” (1 Cor. 6:13-16). A sabedoria diz que “cova profunda é a prostituta” (Prov. 23:27); e quem as frequentou antes de se converter sabe quanto é profunda esta cova.

Nós crentes em Cristo Jesus devemos sempre ter presente que desde o momento que recebemos Cristo nos tornámos o templo Deus, ou membros de Cristo sendo um só espírito com ele; e cuidai que quando a Escritura diz que nós somos o templo de Deus quer dizer que nós somos a casa de Deus conforme está escrito: “A qual casa somos nós” (Heb. 3:6). Notai que a casa é de Deus e não nossa; por isso os nossos membros não mais nos pertencem tendo sido comprados por Cristo. Somos a sua propriedade particular, não pertencemos a nós mesmos, por isso não podemos fazer dos nossos membros o uso que queremos porque eles são de Cristo. Os fornicadores pecam contra o seu próprio corpo, e por isso profanam o templo de Deus; esta é a razão pela qual está dito que os fornicadores não herdarão o reino de Deus (cfr. 1 Cor. 6:9).

Os fornicadores são punidos por Deus como foram punidos os Israelitas que cometeram fornicação com as filhas de Moabe (cfr. Num. 25:1-9); Paulo alerta os santos para a fornicação recordando precisamente esta desobediência dos Israelitas quando diz: “E não forniquemos, como alguns deles fizeram; e caíram num dia vinte e três mil” (1 Cor. 10:8).

Com um tal que embora dizendo-se irmão é um fornicador não nos devemos associar, nem sequer comer (cfr. 1 Cor. 5:8-11).

Fonte

Post a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Read more:
albero-di-natale-con-regali
O natal não é uma festa cristã

Entre as partes das ...

sana-dottrina
Deus

De acordo com a Sagr...

Close